significado de yu-gi-oh


Introdução

A história de Yu-Gi-Oh! é das mais interessantes possíveis no mundo dos animes, contendo pitadas emocionantes de mitologia egípcia em sua trama. Há muito tempo, quando as pirâmides ainda eram novas, os faraós duelavam com monstros e magias reias num jogo chamado Jogo das trevas. Mas o seu poder poderia destruir o mundo e um valente faraó aprisionou essa grande magia em 7 relíquias milenares. 5000 anos depois, um garoto chamado Yugi é um mestre em Monstros de Duelo, que na verdade é uma nova versão do Jogo das trevas. E esse tal Yugi recebe de seu avô, Salomon Mutou, um quebra-cabeça milenar chamado Enigma do Milênio. Em uma profecia diz que quem conseguir montar o Enigma do Milênio seria o encarregado de impedir que as magias malignas do Jogo das trevas voltem a causar perigo. E é assim que começa Yu-Gi-Oh! Duel Monsters com muita aventura, mistério e duelos arrasadores.

Reliquias


Enigma do Milênio

A relíquia de Yugi. Um quebra-cabeça que supera a inteligência humana. No entanto, Yugi Mutou, um simples estudante, conseguiu montá-lo (mesmo que tenha feito com apenas 8 anos!). Quando Yugi está em perigo, o espírito do enigma o domina e pune os injustos. Parece haver alguma relação entre Yugi e o espírito dp enigma(chamado de "Yami Yugi" na mídia), além de uma ligação entre o "Jogo das Trevas", usado no Egito para escolher o faraó, e o jogo famoso de Monstros de Duelo. Mas o verdadeiro poder do enigma é desconhecido, e diz-se que aquele que o montasse se tornaria o Guardião das Trevas e ganharia os poderes da Escuridão.

Olho do Milênio

A relíquia de Maximillion Pegasus, um americano rico (Pegasus J. Crawford na versão japonesa). Ele perdeu sua querida noiva Cecelia, e, com o Olho do Milênio, podia ver seu espírito. No entanto, o Olho também lhe permitia ler a mente das pessoas e roubar espíritos, assim como usar os Poderes das Trevas. Ele ganhou esse Olho de Shadi, que arrancou um de seus olhos verdadeiros em troca. Pegasus tampa seu Olho do Milênio com uma mecha de cabelo, e usa seus poderes para vencer os jogos de Monstros de Duelo, um jogo de cartas que ele "inventou", se baseando nos antigos Jogos das Trevas do Egito Antigo.

Anel do Milênio

A relíquia de Bakura, um colega da sala de Yugi. Seus pais lhe deram o Anel como um "amuleto da sorte", sem saber de sua verdadeira natureza. O Anel do Milênio, assim como o enigma de Yugi, também tem poderes das trevas e um espírito, mas o espírito do Anel (Yami Bakura) é extremamente maligno, e parece controlar a Bakura muito mais do que Bakura controla a ele. Bakura é o completo oposto de seu Yami, um menino gentil e frágil, com pouca força de vontade. O Anel do Milênio pode mostrar a presença de outra relíquia por perto, e pôr uma parte de seu espírito em qualquer objeto. Bakura é o único amigo de Marik, e Yami Bakura se uniu a Marik para matar Yugi. O Yami de Bakura era um ladrão de tumbas, e deseja os Ítens Milenares para assim libertar o enorme poder escuro do Jogo das Trevas (e pegá-lo para si).

Colar do Milênio

A relíquia de Ishizu Ishtar, irmã de Marik Ishtar. Ela deseja destruir os planos de seu irmão. A relíquia lhe permite prever o futuro, mas o futuro pode ser modificado. Depois de perder em uma partida de Monstros de Duelo para Kaiba, ela deu sua relíquia para Yugi, pois o futuro era incerto demais, e ela achou que o Colar já não tinha mais poder ou utilidade.

Libra do Milênio

Uma das duas relíquias de Shadi, o guardião das tumbas antigas. Essa libra pesa o coração das pessoas. Se o coração de uma pessoa pesar mais que uma pena, então essa pessoa pecou e será punida. Se o coração for mais leve que a pena, então ela é perdoada.

Chave do Milênio

(na verdade uma Ankh, objeto sagrado na forma de uma cruz com um laço por cima, semelhante a uma chave)
Outra relíquia de Shadi, o guardião das tumbas antigas. Essa Chave permite a Shadi abrir a porta do coração das pessoas, para assim olhar lá dentro, e também modificar o coração das pessoas. Foi graças à essa Chave que Shadi viu dentro do coração de Yugi e viu que havia mais uma porta lá - a porta onde moraria o outro Yugi, e que na verdade dava num labirinto!

Báculo do Milênio

A relíquia de Marik Ishtar. Permite controlar uma pessoa. Também possui um espírito (Yami Marik), que também é muito maligno. Marik acredita que Yugi matou seu pai (mas foi Yami Marik que o fez), e deseja matá-lo custe o que custar - já Yami Marik deseja as três cartas deuses para poder controlar o mundo. Quando Marik desmaia, seu Yami controla seu corpo. Ele usou seu báculo várias vezes para controlar pessoas, atacar Yugi e matá-lo, mas felizmente nunca deu certo. Ele e Yami Bakura fizeram um "contrato" para matar Yugi, mas cancelaram o contrato mais tarde. Bakura é o único amigo de Marik. Marik tem a história das cartas deuses tatuada nas costas.

Deuses

Exodia
O Exodia é o primeiro dos 4 deuses a aparecer no anime, e surge já no episódio 1 na luta entre Yugi contra Seto Kaiba. Exodia um dos maiores monstros de duelo, também conhecido como o Indestrutível Exodia. Exodia é um monstro inalcançável, contudo é muito difícil invocá-lo. Para isso, você necessita sacar as cinco cartas Exodia, que separadas possuem um poder quase nulo a não ser a cabeça que possui um poder de 1000 em ataque e defesa, porém quando você as une no campo, surge um portal onde aparece o lendário monstro. E para dificultar ainda mais, só pode haver 5 cartas Exodia no deck, ou seja não pode ter cartas repetidas do monstro. Quando Exodia foi aprisionado há 5.000 anos atrás, ele não podia ser aprisionado em apenas uma pedra por causa do seu enorme poder, seu poder precisou ser dividido em 5 partes que viraram pedras, que mais tarde se transformaram nas 5 cartas Exodia. No Trading Card Game seu efeito é mais devastador ainda. Quando você possuir as 5 partes de Exodia na sua mão (algumas podem estar no campo, não tem problema) você vence o duelo automaticamente. Nem é necessário invocá-lo.

Ra
Este é a única carta Deus que restou nas mãos de Marik. Seus poderes são os mais fortes de todos os 4. Suas designações são as mais estranhas. Quando não está duelando, ele tem um poder de ATK ???? e DEF ????, sendo um poder indefinido. Porém, uma vez é usado em um duelo, emitirá uma aura estranha, e a aura permitirá o aparecimento de um estranho texto de um Sacerdote Ancião do Egito. Ele tem muitos efeitos que só serão descobertos ao longo da série. Mas infelizmente não é permitido o uso dele no Trading Card Game. Por falar nisso, ele nem tem efeito no TCG.
Silfer
Essa é a carta Deus de Yugi. Slifer no desenho ajudou muito Yugi durante no duelo com Yami Bakura quando ele estava usando cartas exclusivas no tipo do Exodia, as cartas Death. Slifer no desenho possui ataque X000 e Defesa X000. X é igual ao número de cartas na mão de seu controlador. Assim se você tiver seis cartas em sua mão, então Sliffer terá ATK 6000 e DEF 6000. Sliffer tem muitos efeitos que só serão descobertos ao longo da série. Mas infelizmente não é permitido o uso dele no Trading Card Game. Por falar nisso, ele nem tem efeito no TCG.
Obelisko
Essa é a segunda carta Deus a aparecer na série, esta pertence a Seto Kaiba. Obelisco é capaz de obliterar a linha inimiga inteira, e derrotando imediatamente de uma só vez o oponente. É a única carta Deus que restou nas mãos de Ishizu. As outras foram roubadas por Marik e sua gangue. Ishizu entregou Obelisco a Kaiba, esperando com isso atrair para fora as outras 2 cartas Deus. Obelisco diferente das demais cartas Deuses, possui um poder definido, 4000 de ataque e defesa, quando você sacrifica dois monstros além dos necessários para invocar Obelisco, destrói todos os monstros do campo. Mas esse não é o único efeito dele. Os outros a gente só vai descubrir vendo. Mas no TCG, Obelisco é um monstro normal sem efeito. E você só poderá usar ele se seu oponente permitir.

deuses

deuses
cards

o ATK e a DFE das cartas dos deuses

As seguintes, são as tão poderosas cartas mencionadas; tanto que são precisos 3 sacrifios para invocá-las em campo divine besta:

Obelisco, o Atormentador

  • Ataque 4000
  • Defesa 4000

Um grande deus azul de olhos vermelhos, com grandes poderes de fúria, o mais poderoso de todos os deuses egípcios Possui 4000 pontos de ataque e 4000 de defesa fixos. Se 2 monstros forem sacrificados, o Obelisco pode absorver o ataque desses monstros por uma rodada, e se forem Deuses Egipcios, o ataque vai para Infinito.

Slifer, o Dragão dos Céus/Dragão Celestial de Osíris

  • Ataque X000
  • Defesa X000

Um dragão vermelho, com alto poder destrutivo, vindo dos céus. Seu ataque e sua defesa são o número de cartas na sua mão X 1000.

Exemplo: 5 cartas na mão, Slifer terá 5000 pontos de ataque e defesa.

Slifer tem uma habilidade chamada Segunda Boca(quando o inimigo é posto em campo, automaticamente Slifer ataca).

Dragão Alado de Rá

  • Ataque ????
  • Defesa ????

Um imenso dragão dourado. Os espíritos cantam com a vinda desta criatura. Não existe um número certo para seu pontos de ataque e defesa.

Os pontos de ataque e defesa dessa criatura são a adição dos pontos dos 3 monstros usados para invocá-la.

Exemplo: Sacrificando 3 Dragões Brancos de Olhos Azuis, o ATK será 9000 e a DEF será 7500. Mas o jogador pode alterá-los sacrificando pontos de vida para aumentar na mesma quantidade de pontos de ataque do monstro.

Rá possui várias habilidades especiais: o sacrifio dos LPs para aumentar o ataque; MODO FENIX, nesse estado, ele fica invencível por 1 rodada, mas ao fim do turno, é destruido.

Fusão

Existe um modo de fundir os três deuses em um só. Sacrifcamos Slifer, o Dragão dos Céus e Dragão Alado de Rá e unimos as forças a Obelisco, o Atormentador. O resultado será o segunite deus egípcio:

Obelisco, a Força Infinita

  • Ataque Infinito
  • Defesa Infinito
Um grande deus roxo de olhos vermelhos, gigante e indestrutível, sendo a fusão de todos os deuses egípcios.sendo vulneravel apenas a Exodia,pois este é indestrutivel e gigantescamente poderoso,assim a carta mais poderosa do jogo

quinta-feira, 19 de junho de 2014